O que é o agronegócio? É o mesmo que agricultura? Para simplificar o conceito, que vem desde 1957 da Universidade de Harvard, agricultura é o negócio da fazenda, da propriedade rural, seja produção de culturas ou de animais, ou o que chamamos de “dentro da porteira”…

Agronegócio é mais amplo, pois envolve também os insumos que o produtor compra para produzir (as empresas de sementes, defensivos, vacinas, fertilizantes, maquinário e muitas outras chamadas de “antes da porteira”) e todos os que compram seus produtos, como as indústrias (usinas, fábricas de suco, de lácteos, de têxteis, de carnes, entre outras), os que distribuem esses produtos (atacadistas, supermercados, restaurantes) e nós como consumidores finais, todos no “pós-porteira”.

Você, neste momento, está cercado de agronegócio. Parte da sua roupa (algodão), a revista Zumm Ribeirão (papel e celulose), seu sapato de couro, a mesa de madeira, o café que tomou, fora tudo o que comeu e o etanol que seu carro “bebeu”.

Esse é o setor mais respeitado internacionalmente da sociedade brasileira, por tudo o que fez e o que fará. Dei muita sorte de ser engenheiro agrônomo nos últimos 25 anos, acompanhei um crescimento espetacular da produção, da renda e da geração de oportunidades, histórias e números que trarei aos poucos nesta coluna, para deixá-los orgulhosos.

Adianto um: em 2018 nosso agro teve uma exportação recorde de US$101,7 bilhões, 6% a mais que em 2017. Isso significa que R$1 bilhão por dia entrou no Brasil com a venda dos nossos alimentos ao mundo!

Marcos Fava Neves
Engenheiro Agrônomo
Professor da FEARP/USP e EAESP/FGV
favaneves@gmail.com
www.favaneves.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui