Aulas extracurriculares trazem benefícios?

84

Capacidade de discernimento e controle das emoções são alguns dos benefícios das aulas extracurriculares

Judô, capoeira, dança, psicomotricidade. Esses são exemplos de algumas aulas que são oferecidas na grade extracurricular nas escolas brasileiras para as crianças. As práticas, tão conhecidas por nós brasileiras, trazem inúmeros outros benefícios que podem inclusive melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula.

Como escolher a melhor atividade?
Cada atividade desenvolve em maior proporção determinadas características e isso pode – e deve – ser levado em consideração. Esportes que exigem maior concentração são indicados para crianças com esta dificuldade, já outros tipos de aulas, como a dança, podem estimular mais a espontaneidade e a comunicação.

É claro que é preciso tomar cuidado para que a atividade não se torne um fardo e sim, um prazer para as crianças.

Uma dica para conseguir dosar os estímulos é oportunizar momentos de mais tranquilidade nos dias que as atividades físicas são praticadas e evitar a fadiga do corpo com o acúmulo de mais de uma modalidade por período. Outro ponto que deve ser levado em consideração é o professor.

Benefícios das aulas:

Judô: força, concentração, estratégia, respeito e disciplina.

Capoeira: coordenação motora, ritmo, empatia, alongamento.

Psicomotricidade/movimento: lateralidade, coordenação motora fina, coordenação motora grossa, espírito de equipe.

Basquete: estratégia, coordenação motora grossa, disciplina, alongamento, espírito de equipe, respeito ao próximo.

Futsal: estratégia, coordenação motora grossa, coordenação motoro grossa, disciplina, alongamento, espírito de equipe, respeito ao próximo.

Dança: lateralidade, espontaneidade, comunicabilidade, sociabilidade, coordenação motora grossa, disciplina, concentração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui