Toxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum pode ser fatal a saúde, mas também pode ser utilizada para fins estéticos. Confira.

A toxina botulínica é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Essa substância pode produzir diversos efeitos em nosso organismo, tanto benéficos quanto maléficos.

Em seu estado natural ela é responsável por causar uma patologia chamada de botulismo, que é grave e pode levar à morte. Apesar da gravidade a doença possui tratamento.

Em outros casos pode ser utilizada em procedimentos estéticos com o objetivo de fazer um rejuvenescimento facial. Ele é um dos procedimentos estéticos mais realizados, sendo conhecido como aplicação de botox.

Para saber mais sobre o botulismo, o que é e como fazer o tratamento, leia esse artigo que preparamos especialmente para você.

O que é o botulismo?

O botulismo é uma doença causada pela bactériaClostridium botulinum, ela produz uma toxina que pode ser encontrada no solo e na água. Mesmo em pequenas quantidades, essa substância pode ser maléfica a saúde. A doença pode atingir diferentes pessoas de diferentes maneiras, como por exemplo:

Botulismo infantil: Esse tipo de botulismo é um dos tipos mais comuns da doença, ele aparece geralmente em crianças até os seis meses de idade. A bactéria se multiplica no trato gastrointestinal e pode levar a complicações da saúde.

Os sintomas de infecção começam cerca de 36 horas após a ingestão do alimento contaminado. Os sintomas são diversos e variados, como: constipação, irritabilidade, baba excessiva, cansaço e paralisia.

Botulismo alimentar: Esse tipo de botulismo ocorre a partir da ingestão de alimentos contaminados, como mel, carne de porco, presunto, entre outros.

Após algumas horas da ingestão do material contaminado já é possível observar alguns sintomas. Os sintomas são: boca seca, fraqueza, visão turva, náuseas e paralisia.

Botulismo nas feridas: A bactéria entra no organismo a partir de feridas e machucados. Desta forma ela causa uma infecção que pode ser grave e até mesmo levar ao óbito caso não seja tratada.

É difícil determinar quanto tempo leva para ocorrer o aparecimento dos sintomas. Geralmente quando a toxina chega a corrente sanguínea os efeitos aparecem mais rapidamente. Dentre os sintomas estão: dificuldade em falar, visão turva, pálpebras caídas, dificuldade em respirar e paralisia.

Diagnóstico do botulismo

O diagnóstico da doença é feito no consultório médico a partir dos sintomas que o paciente apresenta. O médico também pode solicitar um exame de sangue para identificar a toxina. Exame de fezes também pode ser solicitado ao paciente. O alimento consumido também pode passar por testes para verificar se está contaminado com a bactéria.

Tratamento do botulismo

O objetivo principal do tratamento é diminuir os sintomas e complicações causadas pela doença. É importante realizar uma hospitalização rápida nos casos de botulismo, pois podem levar a morte.

O tratamento é medicamentoso, utilizando antibotulínicos, que agem contra a toxina liberada por essa bactéria. O médico também vai receitar o uso de alguns antibióticos para melhorar o quadro do paciente.

Entre as complicações causadas pela toxina estão dificuldade em falar, em respirar, fraqueza de longa duração, pneumonia, problemas no sistema nervoso central, entre outros.

O processo de recuperação dessa doença é lento e depende do sistema imunológico do paciente, que vai eliminar a toxina da bactéria.

Prevenção do botulismo

Para se prevenir do botulismo é necessário que algumas medidas sejam tomadas.

Os alimentos enlatados, embalados ou que estão em recipientes de vidro são os principais ambientes para o crescimento dessa bactéria. Caso esses recipientes estejam com qualquer fissura ou abertos, não consuma o alimento. O recipiente deve estar devidamente fechado para que não se corra nenhum risco a saúde.

Os alimentos devem ser cozidos adequadamente para que seja eliminado qualquer resquício de toxina botulínica. As altas temperaturas auxiliam a degradação da substância.

O mel é um dos alimentos mais perigosos. Crianças com menos de 1 ano não devem comer este alimento, pois ainda não tem o sistema imunológico totalmente formado.

Ao preparar alguma conserva caseira tenha cuidado para que todos os procedimentos ocorram com higiene. Isso vai diminuir as chances de se contrair essa doença.

Utilização do botox em procedimentos estéticos

Um dos procedimentos que mais vem crescendo é a aplicação de botox a fim de fazer o rejuvenescimento facial, que é feito pelo uso da toxina botulínica, produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Essa substância passa por um processo de industrialização e purificação, sendo utilizada em baixas doses a fim de provocar o relaxamento do músculo e da pele, removendo rugas e sucos da região.

A toxina botulínica é transformada industrialmente em um formato de pó. Para realizar a sua aplicação é preciso ser diluída em soro fisiológico.  Após a sua diluição e preparação, ela é injetada nas áreas que devem ser tratadas. A sua aplicação não provoca qualquer dor. Antes da aplicação o local deve ser estudado pelo médico especialista para obter resultados mais naturais.

A toxina botulínica vai agir como um bloqueador neuromuscular, impedindo a transmissão de estímulos nervosos até o músculo parcial ou totalmente, o que impede a contração muscular, que é temporariamente bloqueada.

Ao retirar a tensão da musculatura as rugas são amenizadas e a pele vai ficar com aspecto mais jovial. Os resultados da aplicação podem durar até seis meses.

A aplicação do botox é considerada uma técnica segura se for aplicada de maneira correta. Entretanto, assim como qualquer outro procedimento pode acabar ocorrendo algumas complicações. O processo também pode ser muito doloroso em algumas condições, podem haver hematomas por conta da aplicação da agulha.  Em doses excessivas pode haver a perda de expressão facial, que é revertida com passar do tempo.

Ela não deve ser realizada por pacientes que possuam alergia a sua composição, mulheres grávidas, pessoas com doenças neuromusculares e imunológicas não devem ser tratadas por esse procedimento.

Tirou todas as suas dúvidas sobre o botulismo? Diga nos comentários o que achou da matéria.

Leia também: Saúde em primeiro lugar

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui