Saber diferenciá-los pode ser o segredo para escolher o vinho certo para cada ocasião

Já foi questionado sobre qual corpo de vinho desejava e ficou sem saber o que responder? A expressão faz referência à sensação de maior ou menor densidade que a bebida traz a sua boca. É aquela sensação de peso e viscosidade, resultado da combinação do teor alcoólico, taninos, açúcares e os sabores extraídos da uva.

Basicamente, eles podem ser divididos entre leve, médio e encorpado. Para o sommelier Junior Medeiros, reconhecer a diferença entre um vinho leve, médio e encorpado pode ser o atributo definitivo para escolher o vinho ideal para a ocasião. Confira as dicas do especialista:

O vinho de corpo leve ou ligeiro tem intensos aromas de frutas vermelhas, pouco tanino, pouca acidez, baixo teor alcoólico e quase nenhuma persistência final na boca. Costuma ser um vinho jovem e fresco.

Se o intuito é uma festa com muitas pessoas, ambiente descontraído, onde se espera um consumo maior, ele é a escolha certeira. O mesmo vinho pode ser escolhido quando houver uma harmonização de pratos elegantes, como peixes delicados, saladas e aperitivos.

O vinho de corpo médio ou de bom corpo é versátil e bom para fazer harmonizações gastronômicas. É possível sentir seu volume, textura, equilíbrio e complexidade, e traz mais riqueza de aromas e persistência no paladar.

É um verdadeiro coringa, podendo ser servido em uma ocasião mais descontraída e também em um jantar mais formal. No entanto, já é bom começar a prestar atenção ao ambiente, como temperatura e exposição ao sol, pois quanto mais pesado o vinho, mais forte seu efeito.

O vinho encorpado é nitidamente denso. É intenso e persistente na cor, aromas e paladar. Cabernet Sauvignon, Tannat, Nebbiolo, Sangiovese, Malbec, Cabernet Franc e Mourvèdre são algumas das variedades que costumam resultar em vinhos encorpados. Alguns são tão encorpados e potentes que poderiam ser mastigados. Eles estão sempre acompanhados de pratos mais consistentes e foram feitos para serem degustados sem pressa.

Agora que você já sabe diferenciá-los, conheça 3 aplicativos para os amantes de vinhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui