• Mundo Zumm
  • Matérias
Início Matérias Saúde Descubra as causas, sintomas e tratamentos da Esclerose Lateral Amiotrófica

Descubra as causas, sintomas e tratamentos da Esclerose Lateral Amiotrófica

segunda-feira, outubro 21, 2019

A doença leva à paralisia motora irreversível; cerca de 25% dos pacientes sobrevivem por mais de cinco anos após o diagnóstico

Já ouviu falar a respeito da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA)? A doença degenerativa e progressiva leva à paralisia motora irreversível. Os pacientes morrem em decorrência da perda de habilidades importantes, como falar, movimentar-se, engolir e até mesmo respirar.   

Um dos portadores mundialmente conhecido foi o físico britânico Stephen Hawking, morto em 2018 devido às complicações do problema. O óbito ocorre entre três e cinco anos após o diagnóstico, apenas 25% dos pacientes sobrevivem por mais de cinco anos.

As causas da ELA ainda não são conhecidas, por enquanto sabe-se que em 10% dos casos é causada por um defeito genético, ou seja, os neurônios dos pacientes se desgastam ou morrem, não conseguindo mandar mensagens aos músculos. As consequências são o enfraquecimento dos músculos, contrações involuntárias e incapacidade de mover os braços, as pernas e o corpo.

Doenças autoimunes, desequilíbrio químico no cérebro e mau uso de proteínas favorecem a aparição da Esclerose Lateral Amiotrófica.

Diagnóstico

  • Exames de sangue;
  • Teste respiratório para verificar se os músculos do pulmão foram afetados;
  • Tomografia computadorizada ou ressonância magnética da coluna cervical;
  • Eletromiografia para ver quais nervos não funcionam corretamente;
  • Teste genético, se houver um histórico familiar de ELA;
  • Tomografia computadorizada ou ressonância magnética da cabeça;
  • Estudos de condução nervosa;
  • Testes de deglutição;
  • Punção lombar.

Sintomas

Além da paralisia motora, o paciente pode sofrer com gagueira, dificuldades em engolir e respirar, alterações na voz ou cabeça caída.

Tratamento

Ainda não há cura para a ELA, porém existem medicamentos e tratamentos paliativos, como a fisioterapia, melhorando a qualidade de vida e a retardando a evolução da doença. No Brasil, os remédios são distribuídos gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

Leia também: Entenda as consequências do glaucoma para a terceira idade

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

ZUMM PLAY

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!