Exposições de Vitor César e Marcelo Amorim estão no MARP até o dia 10 de abril

61

O trabalho dos artistas está dividido nos dois andares do museu que fica aberto para a população; casa fica no Centro próximo a Praça XV de Novembro

Duas exposições integram o “Projeto Biblioteca Pedro Manuel-Gismondi”, do MARP – Museu de Arte de Ribeirão Preto, a exposição “Risco base móvel livro” de Vitor Cesar, com colaboração de Simone Moraes e Guilherme Pardini, que propõe diálogos e narrações com os livros e a mostra “Escola Normal” do goiano Marcelo Amorim sobre o papel da escola e os seus dispositivos de formação, que estão abertas para visitação até o dia 10 de abril.

“Base-móvel” é um projeto que já vem sendo desenvolvido por Vitor Cesar desde 2002, sempre em parceria com instituições e outros artistas. O artista, trabalha em projetos gráficos e é professor. Sua atuação acontece de modo indisciplinado e ambivalente entre contextos da arte, do design e da arquitetura, orientada para uma constituição de públicos a partir da experiência da vida cotidiana

A exposição chega em Ribeirão Preto como “Risco base móvel livro”, com curadoria de Galciani Neves e participação da artista ribeirão-pretana Simone Moraes, que se encontra em residência artística neste projeto desde 2017, para propor diálogos e interações com narrativas presentes em livros.

Em “Escola Normal” você vai conferir um recorte da produção do artista goiano Marcelo Amorim, com desenhos, pinturas e vídeos de diversas épocas, que têm em comum a pesquisa em torno do papel da escola e seus dispositivos na formação de visões de mundo a partir de conteúdos curriculares, tema que o artista vem investigando em sua produção desde 2009.

Marcelo Amorim coleciona e apropria-se de imagens para a partir delas produzir principalmente desenho, pintura e vídeo. Através de montagens e transposições, o artista procura revelar o papel dessas imagens na criação de comportamentos e levantar questões sobre os valores culturais históricos e sua evolução ao longo do tempo.

Com curadoria de Valquíria Prates e Nilton Campos a mostra ainda reúne uma coleção de livros didáticos raros que alfabetizaram gerações de brasileiros. Também faz parte da programação da mostra os “Programas Públicos”, que reúnem diversos artistas para discutir sobre o que é apresentado na exposição. Os encontros são abertos e gratuitos, verifique a programação na página do Facebook do MARP.

Serviço:
Exposições MARP
Data: até 10 de abril
Horário de visitação: de terça a sexta, das 9h às 18h e aos sábados, das 12h às 17h
Local: MARP (Rua Barão do Amazonas, 323 – Centro)
Informações: (16) 3635.2421.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui