Universidade de Ribeirão Preto ajuda estudante a fazer estágio no exterior

108

Estágio no exterior já se tornou um diferencial para iniciar a carreira profissional, a estudante Natália Franco conta como foi a sua experiência no Mississipi

Para auxiliar os estudantes, desde 2013, o Centro Universitário Barão de Mauá conta com a Comissão de Relações Internacionais (CoRI), que proporciona diversas oportunidades de intercâmbios para os alunos da instituição.

Natália Franco, aluna do 5º ano de Medicina da Barão de Mauá esteve por dois meses no Mississipi, onde aprendeu um pouco mais da área de Fisiologia Médica. Ela estagiou no laboratório do Dr. David Stec, voltado para o estudo de doenças metabólicas.

Natália Franco e doutor Dr. David Stec | Crédito: Divulgação
Natália Franco e doutor Dr. David Stec | Crédito: Divulgação

Segundo a estudante, a oportunidade de estágio foi uma experiência incrível. “Aperfeiçoei meu currículo, fiz novas amizades que levarei para o resto da vida, conheci e estudei com o Dr. Stec, considerado como o melhor fisiologista do mundo, tive contato com uma cultura diferente, melhorei o inglês e participei de eventos norte-americanos. Enfrentei desafios com foco e dedicação nos estudos. O estágio foi mais uma oportunidade de aprender e evoluir”, afirma.

Leia também: Voluntariado é destaque no Ensino Médio no exterior

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui