• Mundo Zumm
  • Matérias
Início Matérias Capa Investimento educacional

Investimento educacional

Acompanhando a evolução das formas de comunicação e aprendizado, as instituições educacionais de Ribeirão Preto e região não medem esforços para renovar suas estruturas organizacionais e físicas

O acesso à informação e a maior facilidade de explorarmos o mundo no qual vivemos influenciam diretamente na maneira como enxergamos nosso cotidiano e interpretamos o que nos rodeia. Não importa se quando crianças, jovens, adolescentes ou adultos, a maneira como aprendemos tem tomado formas encantadoras, a partir de patamares bem distantes dos clássicos formatos de ensino.

Seja por meio de tecnologia, um corpo docente qualificado ou estruturas modernas, os centros educacionais não param de evoluir, pensando sempre em como otimizar o aprendizado. Assim, para manter atualizados aqueles que prezam por uma educação de qualidade, convidamos alguns grandes centros para falarem das novidades que têm a oferecer.

Uma nova Barão de Mauá

Quando falamos em reinvenção, não necessariamente apontamos para uma mudança estrutural ou física. Ela pode ser pontual e, ao mesmo tempo, representar muitas histórias e conquistas. Foi isso que conseguimos ver, sentir e desfrutar com o lançamento da nova marca do já tradicional Centro Universitário Barão de Mauá. “Foram vários meses de trabalho para chegarmos a esse perfil moderno e jovem, que exigiu muito esforço e pesquisa de alunos, colaboradores administrativos e corpo docente. A versão vencedora respeita a nossa história e nos projeta ao futuro”, ressalta Luciano de Melo, gerente de marketing da instituição.

As transformações positivas que a universidade vem passando ao longo dos anos, sempre atenta à tecnologia e seus benefícios, praticamente exigiam que o símbolo tradicional que a representava ganhasse novos ares. O resultado? Aceito e aplaudido por todos!

“A mudança na marca celebra o que construímos e o que estamos preparando: novos produtos e serviços que atenderão às novas demandas e anteciparão tendências”, finaliza Luciano.

Nova Marca | Crédito: Divulgação

Unaerp em constante aprimoramento

A Unaerp tem como tônica de sua gestão a observação de tendências e das demandas sociais. O ideal de qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão movem a universidade, que se destaca como uma das melhores entre as particulares brasileiras, atraindo estudantes de todos os estados e situando seus cursos entre os mais bem avaliados do país.

Com o objetivo de aprimorar constantemente os processos educacionais, a reitoria e as diretorias da instituição atuam para disponibilizar infraestrutura completa e apoio integral à produção acadêmica. O compromisso com a educação enquanto principal fator de avanços sociais leva à manutenção de um corpo docente e de pesquisadores de alto nível, pessoal técnico-administrativo engajado e projetos pedagógicos atualizados, com metodologias ativas de ensino. “O campus universitário e os recursos para uma formação humanista e integral estão disponíveis aos estudantes, que encontram na Unaerp todas as possibilidades para uma vida universitária construtiva”, afirma a professora Elmara Lucia de Oliveira Bonini, reitora da universidade.

Entre os recursos disponibilizados estão o poliesportivo com academia de musculação e piscina; espaço de convivência com sala de lazer e descanso; biblioteca completa com mais de 230 mil obras e acesso a acervos digitais; apoio psicopedagógico aos alunos; jardins e espaços verdes convidativos com mobiliário ao ar livre; e laboratórios, clínicas e redes informatizadas disponíveis por todo o campus, além de hospital e maternidade.

Laboratório de pesquisa Unaerp | Crédito: Divulgação

A responsabilidade e o compromisso do Moura Lacerda com a comunidade

O projeto “Encontros Plures”, criado em 2019 pelo Centro Universitário Moura Lacerda, tem como objetivo fomentar ações educativas, culturais e artísticas por meio do diálogo, da troca de experiências, do despertar da sensibilidade e da reflexão crítica.

Em atividades abertas e gratuitas, o “Encontros Plures” já realizou, entre outras, palestras sobre fotografia e fotolivros, oficina de barbante como ferramenta pedagógica, oficina de Fanzine sobre a centenária biblioteca “Padre Euclides” e visitas monitoradas a espaços como o Instituto Figueiredo Ferraz e o Centro de Arte Contemporânea W.

O projeto, o curso de Pedagogia e o Museu Casa de Portinari levaram a Brodowski (SP), no início de setembro, uma brinquedoteca inclusiva e uma instalação sonora, produzidas com materiais recicláveis. Já o curso de Arquitetura e Urbanismo participou da recuperação do Palacete Jorge Lobato e atua na reforma e restauração do Museu Histórico de Ribeirão Preto.

Alunos do Moura Lacerda no “Encontro Plures” | Crédito: Divulgação

UNIP Ribeirão Preto oferece orientação profissional gratuita para estudantes

Com o objetivo de auxiliar o estudante na escolha de sua profissão, a Unip Ribeirão Preto promoverá o evento “Um dia no campus”. A atividade acontecerá em 23 de outubro, das 8h às 12h, na Avenida Carlos Consoni, 10, no Jardim Canadá, oferecendo participação gratuita.

A ocasião será uma excelente oportunidade para que o vestibulando tire dúvidas com coordenadores e professores; visite os estandes dos cursos oferecidos e os laboratórios que farão parte da carreira escolhida; inscreva-se gratuitamente no Processo Seletivo da Unip; usufrua de orientação profissional e participe de atividades recreativas.

Mas atenção: a programação pode sofrer alteração sem aviso prévio e as inscrições devem ser feitas pessoalmente no campus. Para mais informações, ligue (16) 3602.6700.

Vista aérea da Unip | Crédito: Divulgação

Uni-FACEF revela novidades em vários cursos

Os destaques atuais da Uni-FACEF são os cursos de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, Engenharia de Produção e Medicina.

A professora Fúlvia Nassif Jorge Facury, chefe do departamento de Comunicação Social, com o apoio da reitoria do Uni-FACEF, comandou uma grande reforma nos antigos laboratórios de áudio e vídeo, transformando-os no Set de Comunicação, formado por estúdios modernos, com tecnologia avançada, que permite práticas simultâneas para um mesmo projeto. O espaço será utilizado em diversas situações, desde entrevistas, gravações de aulas e treinamentos até cobertura de eventos, assim como para aulas teóricas e práticas e produção de material de áudio e vídeo.

Já o curso de Engenharia de Produção obteve a renovação de seu reconhecimento e o curso de Medicina, cuja primeira turma ingressou em 2015, obteve tal validação pela primeira vez. Ambos os processos de reconhecimento obtiveram pareceres favoráveis do CEE-SP (Conselho Estadual de Educação – SP), órgão ao qual o Uni-FACEF se submete, o que significa que os cursos atendem a todas as exigências legais, pedagógicas e técnicas, além de possuírem validade nacional. Dessa forma, o reconhecimento de um curso significa sua regularização e consolidação, bem como a autorização da universidade para funcionar a partir do cumprimento dos padrões exigidos.

Set de Comunicação da Uni-FACEF | Crédito: Divulgação

Estácio realiza robusto investimento em estrutura de 1ª linha para curso de Odontologia

O Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto realizou um grande investimento em estrutura para receber o novo curso de Odontologia em sua grade, com a instalação de um moderno laboratório multidisciplinar pré-clínico com equipamentos de última geração, além da construção de uma clínica completa com 20 consultórios para atendimento gratuito à população.

A clínica possui central de esterilização, com funcionários especializados, quatro consultórios de radiografia totalmente seguros e laboratório de Imaginologia para análises radiográficas com negatoscópios em bancada. Além disso, o curso possui laboratórios de microscopia, microbiologia e anatomia. “As instalações diferenciadas e um corpo docente de excelência, com forte embasamento científico, prepararão os alunos de Odontologia da Estácio para a prática do século XXI”, afirma Adriana Silveira e Souza, coordenadora do curso de Odontologia da Estácio.

Dentre as graduações da universidade, estão 20 cursos presenciais (como Medicina, Direito, Psicologia, Fisioterapia, Arquitetura, Jornalismo e Pedagogia), 25 na modalidade flex e 50 cursos EAD. Além de realizar o vestibular Estácio, o aluno também pode se matricular utilizando sua última nota do Enem, sua última graduação ou solicitar uma transferência entre faculdades.

Adriana Silveira e Souza, coordenadora do curso de Odontologia da Estácio | Crédito: Zoro Seixas

Família e escola trabalhando juntos com o Gabarito

O Colégio Gabarito entende que resultados de excelência em vestibulares e na vida acadêmica só são atingidos se a escola, a família e o aluno trabalharem juntos pensando na formação integral. Dessa forma, privilegia o contato permanente com a família, por meio de aplicativos e atendimentos regulares. Oferece ainda diversas atividades que geram o desenvolvimento processual da rotina de estudos, bem como tarefas diárias, avaliações semanais, simulados periódicos e plantões no contraturno.

A fim de garantir não só aquisição significativa de conhecimento, mas também o pensamento crítico e um olhar reflexivo para os assuntos que estão a sua volta, a escola desenvolve projetos que visam à aplicação dos conteúdos aprendidos de forma prática.

Fachada do Colégio Gabarito de Ribeirão Preto | Crédito: Divulgação

Colégio Bento Benedini: tradição aliada à inovação

O Colégio Bento Benedini é uma escola de 53 anos que une a tradição à inovação. A geração atual se mantém conectada desde a primeira infância e, por isso, seu aprendizado precisa ser integrado à tecnologia e à cultura. “Temos hoje o foco na personalização da aprendizagem e não na automatização da aula, com o uso das plataformas tecnológicas”, afirma Juliana Benedini, diretora do Colégio.

Essas ferramentas atuais, segundo ela, atendem tanto à expectativa dos pais, no tocante à comunicação imediata, aproximando família e escola, quanto ao trabalho do professor, favorecendo novas oportunidades de ensino. “Somos uma escola que trabalha com o ensino desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental II, com programa bilíngue e período estendido”.

Os alunos do Colégio Bento Benedini se mantêm conectados desde a primeira infância | Crédito: Divulgação

Colégio Queiroz Brunelli em busca da inovação, qualidade e boas ideias

O Colégio Queiroz Brunelli completou, em 2019, 20 anos de excelência na prestação de serviço na área de educação. São duas décadas de história educacional que vai da Educação Infantil (Berçário ao Nível II), nas unidades “Primeiros Passos”, e Ensino Fundamental I (1° ao 5° ano) ao Ensino Fundamental II (6° ao 9° ano) no Colégio Queiroz Brunelli. “Além do ensino de qualidade e equipe de professores qualificados, a busca por novidades, estratégias e ideias inovadoras são fundamentais”, ressalta a Nilcéia Queiroz Brunelli, diretora e mantenedora – que já visitou muitos países para trazer e adaptar para as suas escolas algumas dessas boas ideias.

Na sua mais recente viagem educacional, conheceu a Alemanha, país mais rico e populoso da Europa e no qual não há analfabetismo. Mas foi a Estônia, um pequeno país banhado pelo mar Báltico, fronteira com a Rússia, que chamou mais atenção. No último Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), a Estônia alcançou o 3° lugar no ranking mundial e 1° no ranking europeu. A educação estoniana está pautada no respeito às escolhas individuais do aluno; valorização da cultura e da língua; aquisição e aperfeiçoamento de habilidades; professor mediador do processo de ensino e aprendizagem; e aprendizado colaborativo.

Tais situações já são vivenciadas pelas unidades Colégio CQB e Primeiros Passos, as quais adotaram a metodologia sociointeracionista. Segundo ela, o aluno interage, adquire cultura, desenvolve raciocínio, trocando hipóteses, informações e experiências com outros, inseridos no meio social. Mesmo assim, a diretora afirma que ainda há muito para aprender. “A busca pelo o que há de melhor na educação, para oferecer aos nossos alunos, será sempre um dos meus maiores objetivos”, finaliza.

Embaixador do Brasil na Estônia, Roberto Colin, e a Diretora e Mantenedora Nilcéia Queiroz Brunelli | Crédito: Divulgação

Projeto do Marista ensina a conhecer o mundo por meio da literatura

Descobrir o mundo pela literatura é o objetivo do projeto “Biblioconexões”, que propõe o estreitamento do laço com a literatura e a ampliação do conhecimento de novos autores a alunos da Educação Infantil II ao 5° ano do Ensino Fundamental do Colégio Marista Ribeirão Preto (SP).

Com oficinas de contação de histórias, teatro, ilustração e as mais diversas apresentações, as crianças têm contato com a literatura e são incentivadas a ver o mundo de forma mais abrangente. “O Biblioconexões é uma iniciativa pedagógica que tem como eixo a literatura, a arte, o ambiente e a prática de ações para ampliar as significações de ver e estar no mundo. Estamos muito felizes com os resultados desse projeto que contribui para desenvolver o conhecimento de nossos alunos”, afirma Marina Mazetti Stucchi Silva, coordenadora da Educação Infantil e do Ensino Fundamental – Anos Iniciais do Colégio.

O projeto Biblioconexões de 2019 apresentou aos alunos a contação da história “O maior campeonato de todos os tempos”, de André Luis Oliveira, realizada pelo contador de histórias, pesquisador e mímico Ademir Apparício Jr. | Crédito: Divulgação/Tabata Barbosa

Leia também: Saúde em primeiro lugar

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui

MAIS LIDAS DA SEMANA

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!