Nos artigos anteriores você aprendeu o que é o conceito de minimalismo digital e os prós e contras de ter uma vida online. Agora, entraremos na terceira e última parte sobre o tema, ainda compartilhando alguns dos aprendizados da aula do empreendedor Brian Johnson somados à minha visão sobre o assunto

Volto a dizer que compartilho esses aprendizados porque foram úteis para mim e para o meu momento de vida. O seu papel é verificar se isso também ressona com o seu momento atual. Inclusive, é importante aplicarmos esse filtro para todas as áreas da nossa vida.

Repetimos muitos padrões de comportamentos sem, nem mesmo, reparar nisso. Entramos em um piloto automático no nosso dia a dia até mesmo com hábitos que consideramos ser bons. Por isso é tão importante que, às vezes, esses padrões inconscientes sejam rompidos, para que você passe a fazê-los com intenção a atenção, pois precisamos valorizar o nosso tempo com hábitos e decisões positivas.

No que diz respeito à vida digital, infelizmente, há uma desordem de conteúdo e comportamento muito grande. Por exemplo: alguns perfis de redes sociais podem ser seguidos por pessoas que emanam uma baixa vibração para a vida de quem está sendo seguido. Ao mesmo tempo, podemos seguir alguém apenas por educação.

Se o conteúdo transmitido por uma pessoa não faz sentido para você, a melhor saída é parar de consumi-lo. E isso não significa que você não goste daquela pessoa, não é nada pessoal. Aliás, nunca deveríamos levar nada para o lado pessoal, pois cada mente humana vive em um mundo diferente do nosso. As coisas deveriam ser mais simples, mas, como às vezes sentimos medo de magoar ou necessidade de agradar os outros, acabamos transbordando uma vida digital sem propósito.

O mundo digital está cheio de bolhas comportamentais, positivas e negativas. A bolha negativa é o mundo paralelo, de fofocas e brigas. Se você procurar, todos os dias poderá acompanhar verdadeiras novelas. O mercado de fofoca realmente existe. Há, de fato, demanda para isso. O problema é que a pessoa que consome esse tipo de conteúdo está emanando essa mesma vibração para outras pessoas e para o mundo.

Essas teorias de conspirações, brigas e fofocas causam uma verdadeira bagunça, e a verdade é que ninguém sabe o que realmente se passa na vida do outro. Gostar desse tipo de conteúdo traz uma vibração muito baixa para a vida, pois você passa a viver tal realidade. Escolha viver em uma bolha que seja positiva e cheia de amor, pois o que você permite entrar na sua mente e no seu coração é a sua verdade. E, para quem você der voz, é para quem você dará poder para entrar na sua vida.

O conceito minimalista pode ser aplicado, também, no seu meio físico, na sua vida offline. Isso vai desde a forma como você organiza a sua agenda de reuniões do dia até a quantidade de objetos que você guarda em sua casa. Tudo o que passar na sua vida, use como uma ferramenta para desenvolver autoconhecimento. Imagine que todas as experiências que vive são feitas especialmente para você tirar os melhores aprendizados, sempre.

Bel Pesce
Empreendedora e escritora
bel@fazinova.com.br
@belpesce

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui