6 tendências tecnológicas que contribuem com o meio ambiente

151

Essas tecnologias se tornaram muito populares nos últimos tempos, tanto pelo uso voltado para entretenimento e lazer quanto pela aplicação técnica em diversos cenários profissionais

Grande parte dessas novas tecnologias são voltadas para a elaboração de análises mais completas e capazes de apoiar na tomada de decisões em planejamentos urbanísticos, industriais e estratégicos. 

Mas o desenvolvimento tecnológico também ampliou as possibilidades nas áreas de monitoramento aéreo e terrestre, além de estimular o surgimento de inovações relacionadas a criação de soluções, como novos centros de energia.

Abaixo Belinda de Cássia Manfredini Silva, coordenadora de curso pós-graduação do Senac Sorocaba, destaca 6 tendências tecnológicas que podem impactar positivamente o meio ambiente, assim como otimizar o trabalho realizado por profissionais do setor.

1. Big Data
Bastante difundida entre quem trabalha com tecnologia da informação, a realização de análises avançadas a partir de um grande volume de informações coletadas e armazenadas pode ser um grande ganho também na área ambiental. 

Com o Big Data, é possível organizar e agilizar a interpretação de laudos, dados de medições do ar, solo, água e resíduos, favorecendo a adoção de decisões mais assertivas no dia a dia do profissional de meio ambiente.

2. Impressão 3D
A prototipagem rápida, conhecida como impressão 3D, é uma forma de tecnologia de fabricação com um modelo tridimensional criado por sucessivas camadas de material.

Esse recurso pode ser utilizado para reproduzir maquetes para estudos geológicos e de instrumentos, auxiliando na simulação de cenários de regiões contaminadas, criação de ferramentas para contenção de vazamentos, impermeabilização de áreas, entre outros.

3. Realidade aumentada
A realidade aumentada é uma tecnologia que mescla informações virtuais com o mundo real, ampliando a interação de pessoas com o espaço no qual se encontra por meio de elementos sobrepostos em diferentes dimensões.

Quem atua com meio ambiente pode usá-la em simulações para estudo de vazamentos, contaminação de áreas e dispersão de poluentes na atmosfera.

4. Equipamentos de medição da poluição do solo
Outro benefício tecnológico é o aprimoramento de sensores de produtos químicos específicos que identificam e quantificam, por exemplo, compostos orgânicos voláteis, derivados de petróleo, biocidas, defensivos agrícolas e, até mesmo, gases de gasolina, álcool, diesel, entre outros.

5. Centros de energia alternativa
O aumento da população e das indústrias, assim como o alto impacto socioambiental da implantação de usinas hidrelétricas, exigem pesquisa e investimento para a viabilização de outras formas de geração de energia.

Nesse sentido, os recursos tecnológicos de última geração podem auxiliar nesse processo, pensando em novos centros de energia alternativa e na ampliação de algumas já existentes, como a solar, a eólica e a maremotriz.

6. Drones
Os drones, como são conhecidos os veículos aéreos não tripulados, também contribuem para o levantamento de diversos aspectos ambientais, como áreas degradadas, ações de desmatamento, descarte irregular de efluentes em rios e de resíduos sólidos em terrenos. 

Confira mais 4 tecnologias que contribuem com o meio ambiente na em matéria sobre o tema publicada no site do Senac.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui