Terno por completo

0
60

A mais elegante composição do armário masculino é a campeã no ranking de dúvidas entre eles. Confira dicas imperdíveis e derrube as interrogações do pódio!

Você pode não ser o mais clássico dos homens ou então dispensar o uso do terno para o trabalho. Mas tenha certeza de que pelo menos uma vez na vida o dress code vai exigir o traje. E, para bater um bolão na hora de assumir o terno e a gravata, é preciso estar antenado a alguns detalhes que realmente farão diferença. Em primeiro lugar é importante saber distinguir o terno (o conjunto de paletó e calça da mesma cor, mais popular no Brasil) e o costume (que inclui o uso do colete). Além disso, as cores mais coringas também vão ser úteis! Azul-marinho e preto são fundamentais para quem está começando a coleção. O cinza, nos tons claro ou escuro, também é versátil e fácil de combinar. Agora só faltam as regrinhas de estilo… e pronto! Você será o mais bem vestido da festa, independente da etiqueta que esteja usando.

Descomplique a compra

Segundo o estilista Ricardo Almeida, um dos principais erros ocorrem na hora da compra. É preciso ficar bem atento no caimento da roupa antes de levá-la para casa. Por melhor que seja o tecido, se o terno estiver muito justo ou largo, nunca irá atingir o efeito desejado. Falando em tecido – que merece atenção especial também – o ideal é escolher uma opção adequada para o clima tropical. “A lã fria é imbatível para os dias quentes. Ela permite que o calor de dentro saia sem deixar que o calor de fora entre, garantindo um ótimo conforto térmico. Tecidos naturais como algodão, linho e seda também são ótimas opções para o verão”, explica o estilista.

O famoso Terno Slim

Look Z
VR Meanswear

 

Ele permite unir o tradicionalismo com um toque moderno (e caiu super bem no gosto dos brasileiros!).  Os ternos com modelagem slim fit são ajustados ao corpo, deixando o homem mais longilíneo e, consequentemente, mais magro. Neste caso vale investir em camisas com o corte também próximo ao shape, já que as de corte convencional podem comprometer negativamente o look, uma vez que o tecido acaba sobrando na parte interna do traje – o que nunca favorece!

 

Quando a gravata não é necessária?

O estilista ainda afirma que usar o terno com malha básica e um sapato mais descontraído é a grande pedida. “A mistura da alfaiataria com peças casuais multiplica as possibilidades do guarda-roupa masculino. Tenho apostado fortemente neste estilo nas minhas últimas coleções”, finaliza Almeida.

E o sapato? Ele precisa combinar com o cinto?

Look Z
VR Meanswear

De acordo com Wlladya Feitosa, estilista da VR, tudo depende do visual geral. Se a ocasião for mais formal e exigir um costume na cor preta, por exemplo, os acessórios devem sim ser combinados no mesmo tom. Se o costume for cinza-claro ou marinho, opte por calçado e cinto café – o importante é a composição ficar homogenia! Já para um evento mais informal, onde o traje pede somente a camisa e calça social, não é necessária a combinação, mas vale lembrar que as cores devem sempre estar equilibradas entre si.

 

 

A consultora de imagem Vânia Benvenuto explica…

Look Z
Ricardo Almeida

Os homens mais antenados dão ao lenço uma importante função de estilo que, apesar de ser um detalhe, traduz a personalidade de quem o usa. Existem inúmeras formas de colocar o lenço na lapela, assim como acontece com os nós de gravata. No entanto, algumas maneiras se tornaram mais populares. O ideal é que as dobras não apareçam, ficando somente as pontas para fora e que a estampa não seja da mesma cor da gravata.

A gravata deve ser mais escura que a camisa e sua ponta tem que terminar no meio da fivela do cinto. Outra dica importante é que a largura do acessório coincida com a largura da lapela. A gravata slim é muito usada por homens que buscam um look moderno e com requinte. Mas algumas precauções devem ser tomadas: pessoas muito musculosas ou acima do peso devem evitar esta versão, pois pode resultar em uma silhueta desproporcional. Quem possui esse físico pode apostar na gravata tradicional (que já é mais estreita do que sua versão dos anos 90).

O paletó com 2 botões, usado pela maioria dos homens, rende um visual mais formal e clássico. Já a versão com 1 botão é mais moderninha e pode ser usada por homens que querem adotar um visual diferente do comum.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu Comentário
Por favor coloque seu nome aqui